Galeria

Jung: A solidão…

A solidão não significa ausência de pessoas à nossa volta, mas sim o fato de não podermos comunicar-lhes as coisas que julgamos importantes, ou mostrar-lhes o valor de pensamentos que lhes parecem improváveis.

Jung foi aquele psiquiatra suíço que estudou uma série de temas instigantes: os mitos, os sonhos, os símbolos, a sincronicidade, os arquétipos e o inconsciente coletivo. Também foi um escritor prolífico: sua obra conta com mais de 19 volumes.

A solidão é um tema essencial para escritores. Em parte porque, para criar, necessitamos de um tanto de recolhimento e introspecção. Esta citação de Jung, contudo, aponta para outra dimensão: muita gente escreve para fugir da solidão. Ou para viver sua solidão.

C.G.J. (1875-1961)

Às vezes necessitamos escrever, desesperadamente, porque há coisas que precisam ser comunicadas. Para não nos sentirmos tão sós – ou para fazer as pazes com isso, de algum jeito – afastamo-nos de tudo e de todos. Escrever é uma atividade solitária, não há dúvida; mas que talvez se pratique com o esperança de escapar da solidão última e irremediável.

É paradoxal.

Anúncios

Um comentário em “Jung: A solidão…

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s